quarta-feira, 2 de julho de 2008

Sentir



Não tire da minha boca
O desejo do seu beijo
Nem das minhas pernas
A vontade louca de correr
E te encontrar, e me enroscar...

Não tire da minha cabeça
O constante pensamento em você
Nem do meu coração essa saudade
Esse vazio, essa ânsia
De te ver de novo.

Seja para sempre meu
Minha inspiração e razão
Fique sempre aqui dentro de mim
Latejando, ardendo, corroendo
Me fazendo viva, linda, louca
Mulher.


2 comentários:

Bruna disse...

negaaa
olha eu aqui!
saudadeeee!
bjobjo

. disse...

Minha nega!
Todo mundo entrou na febre e virou "brogueiro"... heheehehe... Até eu! Escrever é mesmo um tesão, né? Eita, jornalismo! Beijos e visita o meu: coisasdesoninha.blogspot.com