quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Só a vida ensina...

Agora são 4h21 da madrugada de quinta pra sexta. As horas passam se arrastando com muita dor dentro do quarto deste hospital. Não, não sou eu novamente que estou internada. Não, não é a minha mãe novamente que está internada por causa do câncer. Dessa vez esse tal de câncer resolveu entrar na minha vida novamente através do meu pai.

Já é o quinto dia nesse corre-corre de casa-hospital, hospital-casa. E justamente por eu ter passado tudo isso com minha mãe sei que é só o começo de uma longa luta...

Passaram-se 21 anos para que eu encontra-se a pessoa que melhor me descreveu em poucas palavras. Sou filha de Yemanjá e a dona Glória (não vem ao caso quem ela é) disse: "Além de ser chorona, tu és que nem o mar...se revolta...". Pura verdade!

Não digo que agora estou revoltada, confesso que inúmeraaaaaaaaaaaas vezes já me revoltei, principalmente com a família e o trabalho. Não suporto ver injustiça. Não me sinto bem vendo as coisas dando erradas.

Não tô revoltada porque penso não ser por acaso que em menos de um ano eu esteja enfrentando tudo isso novamente. Meu pai desempregado, minha mãe aposentada e eu bem pouco tempo atras brincando de "faz de conta"...

Como diria Cartola: "O mundo é um moinho...vai triturar teus SONHOS tão mesquinhos...Vai reduzir as ILUSÕES a pó!"

Só não "caio" na revolta de pensar que são 4h da manhã de uma quinta-feira, que se fosse "normal" eu estaria dentro do raio de uma festa com meus pais preocupados em casa por causa da hora, porque tenho que ser muito FORTE e ter muita CALMA pra ajudar minha família!

Aliás, quem me conheçe se admiraria de ver a calma em que ando. No mais nem eu estou entendendo da onde tenho forças e fé...muita fé!!! Na verdade só tenho a agredecer ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE a minha grande e amada FAMÍLIA. Todos meus tios, tias e primos estão sendo muito importantes na minha vida!! Ah também não posso deixar de agradecer ao coitado do meu namorado que me aguenta e me da colo.

Hoje tenho a certeza que o poço pode ser beeeeem fundo mas eles estarão lá!
Hoje, mais do que nunca, aprendi que SÓ A VIDA ENSINA!

Embora eu tenha apenas 21 anos, muito a aprender ainda, afirmo de boca cheia que também já aprendi bastante! E me permito em deixar um conselho a todos que me conhecem: VIVA CADA INSTANTE COMO SE FOSSE O ÚLTIMO E NÃO RECLAMEM DE BARRIGA CHEIA!

Saúde a todos!!! (porque ela é o MAIS importante!)

Hasta...

4 comentários:

Gisele Borges disse...

Oi minha amiga, a vida não tem sido fácil para você.No entanto todos os dias comprovamos que você veio para este mundo para fazer o bem...
Desculpe não poder te ajudar mais ou estar pouco presente nesta hora... que a melhor coisa é um ombro amigo.
Mas sempre que preciso conte comigo. Força!

Soninha disse...

Força, Naty!

E que a saúde volte a reinar em tua família.

sinthia mayer disse...

Oi Nati, apesar da distância e das poucas vezes q conversamos, quero q saibas q torço por vc, mesmo à distância. Força minha filha d Iemanjá, pq as águas são VIDA!!! Vou passar mais vezes por aqui pra te desejar muita força e paz nessas horas de provações. Beijos, minha camara.

Pat Sim@s disse...

Natália,
Nos conhecemos muito pouco, mas de coração desejo que a tempestade passe e sol volte abrilhar...
Admiro tua força.
Bj.