domingo, 20 de setembro de 2009

Perfumes de sim

Estou em dúvida entre as várias músicas da Vanessa da Mata que gostaria de publicar aqui para comentar sobre o show dela. Difícil decidir entre "Vermelho", "Ilegais", "Ainda Bem"... Na verdade uma complementa a outra. Também fiquei em dúvida entre qual show, dos últimos que fui, era melhor. Ano passado, com certeza, o meu troféu foi para a minha ídola Ana Carolina. Porém, este ano, fui no show do Diogo Nogueira, Bebeto, Clube do Balanço, etc... Mas em nenhum me senti tão "completa".

A Vanessa da Mata tem uma presença de palco estilo Ana Carolina. Ela consegue fazer com que seu show aconteça num crescente. Com partes românticas, dançantes, reflexivas. O cenário é simples e encantador. Galhos secos com flores que mudam de cor conforme o jogo de luz. Ela estava lindissíma num vestido longo, frente única, de cor amarela sobreposta no verde e roxo. Uma combinação de cores que parece não dar certo, mas o corte do vestido dava movimento de palco, quando ela dançava, super a vontade, de pés descalços, até parecia uma Oxum. O cabelo crespo que só ela tem, e sabe usar, enfeitado com uma linda flor vermelha de tecido.

As surpresas do show foram: A bela interpretação de "As rosas não falam", do Cartola. A platéia cantando "Ainda bem", com ela sentada no chão do palco, bem próxima do público. E a reeleitura de "Boa sorte", quando seu tecladista substitui o Ben Harper. Um show LINDO. Vanessa da Mata é uma artista por completo. Faz seu público mergulhar no espetáculo a tal ponto que chegamos a sentir os "Perfumes de Sim", nome do show.



Decidi! Aí vai o vídeo do show dela em Curitiba. Ela fez o mesmo aqui em Porto Alegre:




Crédito das Fotos: Geraldo Pestalozzi.

2 comentários:

Natália disse...

Bom demais... mais uma das NATIS
BJOBJO

Marinha disse...

Ai, amigaaaa!!!
Queria tanto ter ido no show. Me programei, mas... talvez na proóxima. Adorei ler teu o resumo. Quase me senti no show.
Boa semana, Naty!!!